Blog

Artigos

5 dicas para que seu currículo chame a atenção do recrutador

Almejar um emprego bom é o sonho de qualquer estagiário que pretende seguir carreira na profissão escolhida, mas para que tudo isso se torne realidade ter um currículo recheado é fundamental. Antes de conquistar um cargo efetivo ou até mesmo temporário, é preciso passar por processo seletivo que evolve, além da tensão dos candidatos, um certo diferencial e qualificação fundamental para ocupar o cargo pretendido. Fazer um currículo está entre uma das tarefas mais difíceis na busca por um emprego, pois, é graças a ele que você pode ser chamado para uma entrevista de estágio ou não.

Muitos recrutadores levam em consideração detalhes que às vezes passam despercebidos durante a confecção desse cartão de apresentação utilizado nas seleções. Informações precisas, claras e organizadas estão entre as prioridades que se deve estabelecer no currículo e para que você possa organizar melhor o seu para partir em busca de um estágio separamos cinco dicas que farão toda a diferença e irão te ajudar a se destacar.

1- Apresentação

Para reter a atenção de um recrutador não é preciso enfeitar por demais o currículo, com letras inovadoras, design arrojado ou formas coloridas, pelo contrário, o básico é sempre a melhor opção. Optar por um modelo mais simples e limpo é certeiro quanto à forma de se apresentar. E falando nesse jeito certo em “se vender” para o recrutador, tente sempre ter um currículo bem dividido, bem formatado, organizado e que torne a leitura agradável, escolhendo fontes de letra que não atrapalhem a leitura ou sejam difíceis de serem lidas com rapidez.

Outra dica importante também é não colocar fotos, números de documentos pessoais ou escrever saudações ao recrutador, pois essas atitudes podem ser mal vistas por quem avalia seu currículo.

2- Priorize as informações

Como os recrutadores recebem muitos currículos para a disputa de poucas vagas, o tempo de seleção deve ser cada vez mais rápido. Pesquisas realizadas mostraram que normalmente o tempo gasto é de apenas sete segundos, por isso as informações prioritárias devem estar logo de cara, como se fosse um resumo do que vem ao longo do currículo. Além do nome, idade e contatos no começo do currículo, você pode colocar também, em seguida, a graduação e possíveis cursos extras que farão a diferença na hora da seleção. Evite apenas tecer elogios a si mesmo, pois a personalidade também é levada em conta.

3- Palavras-chave

Para chamar a atenção ainda mais dos recrutadores é possível fazer uso de palavras-chave remetentes a vaga ou aos interesses da empresa no candidato para valorizar ainda mais suas qualificações. Esse tipo de estratégia é fundamental principalmente para os recrutadores que não têm tempo de ler todos os detalhes do currículo e necessitam de agilidade para achar os termos específicos exigidos pela vaga. O uso de palavras-chave se torna um diferencial dos demais candidatos e conquista os selecionadores, porém, é preciso lembrar que não é válido mentir apenas para ser selecionado, lembre-se que todas essas informações serão verificadas durante a entrevista e antes da contratação efetiva.

4- Experiência em ordem cronológica

Uma dica importante para quem tem mais de uma experiência é organizá-las em ordem cronológica, sempre da mais recente para a mais antiga e com o tempo de permanência na instituição. Datas confusas e incertas podem afetar a escolha do currículo, pois o recrutador não perderá tempo colocando em ordem todas as empresas para saber qual foi a última em que esteve. É importante também fazer uma breve descrição sobre a função exercida em cada empresa e, se preciso, detalhar os cargos exercidos.

Por mais que o estágio seja o melhor momento para experimentar as diversas áreas da profissão, evite incluir as experiências em que ficou pouco tempo na empresa, pois isso pode soar como falta de comprometimentos aos selecionadores.

5- Formação acadêmica e cursos extras

Outro fator levado em conta durante a seleção do currículo são as informações adicionais que dão aquele “algo a mais” como, por exemplo, cursos relevantes a sua profissão, participação de palestras importantes, idas a congressos remetentes a sua área de atuação, atividades paralelas como trabalho voluntário, mas é preciso estar atento para não descrever os hobbies, a pretensão salarial ou as referências, pois, a não ser que exijam, essas questões serão levantadas durante as entrevistas.

Estar atento aos detalhes pode fazer a diferença na hora de se destacar em um processo de seleção, por isso continua atento às dicas do blog da Companhia de Estágios para se dar bem e conquistar uma vaga. Se você ainda não se inscreveu, entre no site e cadastre-se para aumentar a chance de ser selecionado para uma empresa.

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!