Blog

Artigos

Férias no estágio: como funciona? Posso programar a data?

Considerado um período muito importante para o aprendizado, o estágio é o momento ideal para que os estudantes conheçam as diferentes áreas da profissão que escolheram, e assim, adquiram experiência. Cercado de desafios e novidades, os estudantes conhecem de perto o mercado de trabalho. Por isso, é comum que como os outros profissionais já formados, sintam as pressões do dia a dia, o estresse e o cansaço prolongado. E é neste momento de mais fadiga que bate aquela vontade de descansar um pouquinho, não é mesmo? Pois saiba que você, como estagiário, tem o direito de curtir as férias e ainda receber a remuneração enquanto estiver afastado da empresa. Quer saber um pouco mais sobre esse direito, então confira:

Posso ter férias como estagiário?

Segundo a Lei do Estágio (nº 11.788), durante o período, o estudante tem direitos similares a um profissional registrado no regime CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Quando o jovem tiver o período de aprendizado com duração igual ou superior a um ano, poderá usufruir de um recesso de 30 dias, que podem ser aproveitados preferencialmente durante as férias da faculdade. Porém, se você estiver estagiando na empresa em menos de um ano e mesmo assim quiser sair de recesso, terá direito a quantidade de dias proporcionais ao tempo de trabalho na instituição. Por exemplo, se está no local há 3 meses, poderá gozar de 7 dias fora do estágio.

Férias remuneradas

Quem não gostaria de sair de férias e continuar recebendo o salário, não é mesmo? Mas esse é um direito concedido apenas aos estudantes que exercem o estágio não obrigatório. Isso porque, segundo a Lei, os considerados obrigatórios durante o curso superior, normalmente não são remunerados. Portanto, durante o período das férias, os estudantes não receberão nenhum tipo de auxílio.

Posso vender minhas férias?

Comum de acontecer com profissionais registrados na CLT, há quem prefira vender suas férias. Porém, esse é um direito ainda não especificado na Lei do Estágio. Portanto, se não quiser usufruir das suas férias, busque o setor de RH da empresa em que trabalha e negocie com a empresa para que seja feito o que for melhor para ambos.

Programação da viagem

Depois de definido o dia que saíra de férias, é importante que comece a se planejar para que não ocorra nenhum imprevisto ou saia mais caro que o esperado. Para isso, é importante que defina primeiro se vai viajar sozinho, com família ou amigos que podem ser muito úteis para dividir as despesas e fazer companhia. Depois escolha o local, sempre pensando em qual é seu objetivo: descansar ou curtir.

Pelo estágio se tratar de um período em que a bolsa-auxílio não chega a ter valores altos, o ideal é que você se planeje bem financeiramente. Ao longo do tempo do período trabalhado, dê preferência por guardar 90% da quantia que pretende gastar e controle o dinheiro gasto com excessos para que os outros 10% não virem uma dor de cabeça no mês seguinte.

Gostou desse artigo? Continue acompanhando nosso blog para conhecer mais curiosidades e receber dicas para se dar bem durante o estágio. Ainda está à procura? Então aumente suas chances de encontrar a empresa ideal ao seu perfil entrando agora no site da Companhia de Estágios e se inscrevendo gratuitamente. E, se quiser ficar por dentro do mercado de trabalho diariamente, acompanhe no Facebook e no canal do YouTube!

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!