Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
RH

A Visão do RH sobre o Mercado de Estágio: o que a pesquisa tem a dizer?

Com a pandemia, outras habilidades, como a criatividade, ganharam destaque

A Companhia de Estágios realizou um levantamento exclusivo sobre “A Visão do RH sobre o Mercado de Estágio”. A pesquisa contou mais de 250 profissionais que atuam com gestão de pessoas no país e trouxeram uma série de informações super relevantes para o mercado de trabalho.

Em sua segunda edição, o material buscou entender como as empresas têm selecionado e desenvolvido estagiários, sobretudo na pandemia.

“A crise sanitária impôs ao jovem sem experiência um cenário bastante desafiador. Quando chega à empresa, ele não conhece todo o time pessoalmente, o acesso aos processos e sistemas é truncado e, por conta disso, pode demorar um pouco mais para ele entender e absorver o jeito de ser da empresa. Por isso, o RH deve preparar a liderança para que use ferramentas de integração e promova a conexão entre os colaboradores”, relata Tiago Mavichian, CEO e fundador da Companhia de Estágios.

Diversidade no processo seletivo

Hoje em dia, muitas empresas se veem na necessidade de trazer mais diversidade em suas equipes. Para isso, algumas mudanças precisam ser feitas no primeiro contato desse candidato com a empresa, ou seja, o processo seletivo.

O levantamento mostrou que para 39,5% dos profissionais de RH é importante ampliar todos os tipos de diversidade, sendo que 14,9% das companhias priorizam a questão racial nas estratégias de contratação e 15,5% têm foco em candidatos PCDs.

Além disso, quase 40% dos profissionais de RH disseram que os programas de entrada (aprendiz e estágio) são hoje o principal canal da empresa para contratar diversidade.

Habilidades mais valorizadas

Em um comparativo com a pesquisa realizada no ano passado, os números mostram que a pandemia causou muito impacto em relação às habilidades mais valorizadas pelas empresas.

Candidatos que apresentaram criatividade e inovação ganharam destaque no ano de 2021. Entretanto, entre os fatores que podem culminar na quebra de contrato de um estagiário, a pandemia não mudou o cenário. A maioria dos RHs afirmam que “postura apática”; “conduta preconceituosa” e “não assumir responsabilidade por ser estagiário” são as três atitudes que mais prejudicam um estudante em início de carreira.

Atraindo jovens talentos

O material deixou claro todos os principais pontos para atrair novos profissionais para a sua empresa. De acordo com os profissionais de RH, promover aprendizado durante o estágio, oferecer plano de carreira e possibilitar desafios constantes são de suma importância para chamar a atenção desses estudantes.

Além disso, os profissionais da área notaram que oferecer um bom pacote de benefícios também é essencial para a atração de talentos. Itens como assistência médica e odontológica, home office, horário flexível, folga no dia do aniversário e Gympass foram os queridinhos da edição.

Por fim, a pesquisa é essencial para todas as empresas que querem contratar novos talentos e desejam alcançar todas as expectativas desses jovens. Para baixar o material, basta clicar aqui.

“Fica evidente que comportamentos e potencial do candidato ganharam força nas avaliações, em detrimento de requisitos técnicos como inglês, Excel e faculdades renomadas. Isso é um reflexo positivo do importante papel que os RHs têm na jornada de tornar as companhias brasileiras mais diversas”, conclui Tiago Mavichian.

Para baixar o material, basta clicar aqui