Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
Artigos

Avaliação de Desempenho: por que aplicar no Programa de Estágio?

Quando um estagiário é contratado, o gestor precisa acompanhar o seu desenvolvimento ao longo do estágio.

Da mesma forma como o seu perfil comportamental é analisado no processo seletivo pelos recrutadores, durante o tempo de contratação isso também é feito, desse modo, é possível avaliar a evolução do universitário dentro da empresa – considerando suas entregas (desempenho) e suas competências (aprimoramento dos skills necessários ao negócio).

Por que a avaliação de desempenho é importante?  

Para que uma empresa continue entregando resultados é necessário ter colaboradores que possam contribuir com o desenvolvimento da mesma, certo? E as habilidades e conhecimentos da equipe vão ajudar efetivamente nesse crescimento.

Mas para que isso possa acontecer, é fundamental que a empresa entenda quais tipos de competências são importantes para a organização e isso é algo que deve ser trabalhado desde o momento do processo seletivo.

E para o crescimento coletivo, a empresa também precisa fazer uma boa gestão de seu capital humano, com o intuito de desenvolver ainda mais os colaboradores e explorar novas habilidades. Esse tipo de atividade não é benéfico apenas para a empresa, mas também para o colaborador, pois, dessa forma, ele tem a oportunidade de desenvolver a si próprio e por consequência sua carreira.

Avaliação

Essa avaliação é uma estratégia para conseguir metrificar o desempenho e o desenvolvimento do estagiário. Dentro desse cenário, em uma possível efetivação, o gestor consegue ter uma visão mais clara sobre quem deve ser efetivado.

No entanto, quando não há uma vaga aberta no fim do estágio, a empresa mantém esses dados, porque em uma outra ocasião, quando precisar contratar um novo profissional, o RH pode admitir o antigo estagiário, uma vez que, ele teve uma boa entrega e tem um bom perfil comportamental.

A avaliação de desempenho, é feita, normalmente, a cada seis meses, pois assim, um estagiário de nível técnico – que fica um ano dentro da empresa –  consegue ser avaliado mais de uma vez, para os universitários que estagiam um ano e meio, são feitas três avaliações, e os que estagiam por dois anos – tempo máximo permitido por lei – são feitas quatro avaliações.

Plano de desenvolvimento individual para quem estagia

Conhecido também como PDI, o plano de desenvolvimento individual é uma etapa importante para o estagiário e gestor, porque por meio dele é possível fazer com que ambos entendam os aspectos que podem ser melhorados para que o universitário esteja dentro dos padrões que a empresa exige quando o assunto é habilidade comportamental. Ou seja, após a avaliação de desempenho medir as entregas e também avaliar as competências, o PDI entra como plano prático para ajudar o estagiário a se desenvolver.

Nesse momento, o gestor e estagiário planejam juntos quais ações podem ser tomadas para que estudante melhore as entregas dele e desenvolva ainda mais as competências.

É importante salientar que, os estagiários não possuem todas as competências que a empresa precisa e também não as tem 100% desenvolvidas, mas isso não é um impeditivo, visto que, ele deve se desenvolver durante o estágio.

Quais competências são importantes?

Cada empresa tem um parâmetro sobre quais habilidades são importantes para ela. Contudo, algumas são bem comuns nas necessidades de várias organizações. Veja algumas:

Boa comunicação

Ter uma comunicação eficiente é importante não apenas para a profissão, mas para os relacionamentos pessoais também. Desenvolver essa habilidade é necessário para se expressar de forma mais assertiva, com mais objetividade e coerência.

É uma competência que contribui com melhor relacionamento com os colegas de trabalho e até mesmo com os clientes.

Análise crítica

Essa é uma habilidade importante para quem toma decisões. Embora, um estagiário, dificilmente fará isso sozinho, é importante desenvolver a competência, para ter senso critico sobre as demandas de trabalho e conseguir pensar de forma estratégica sempre. É uma característica que qualquer pessoa que deseja assumir um cargo de liderança no futuro deve ter.

Inteligência emocional

Como que o estagiário lida com as próprias emoções no dia a dia do trabalho? Como ele reage em momento de deadline curtos, no qual, normalmente, precisam lidar com maior pressão? Ou como que ele reage a feedbacks?

Essa habilidade não é sobre reprimir o que sente, mas é sobre como o próprio universitário lida com as próprias emoções e como elas o influenciam na performance.

Liderança

É comum ouvir algumas pessoas dizerem que existem profissionais que são lideres por natureza, ou seja, já nasceram com essa competência. A realidade é que toda habilidade pode ser desenvolvida, inclusive a liderança.

E essa característica é muito importante, pois por meio da liderança é possível desenvolver outros profissionais, evidenciar mais os valores da empresa, estimular a produtividade, entre outras vantagens.

Principais desafios da avaliação por competência

Certamente, há certos cuidados que os profissionais devem ter na hora de fazer a avaliação por competência com os estagiários, porque qualquer erro pode impactar diretamente no desenvolvimento do mesmo e nas entregas para a empresa.

Veja, então, os principais desafios que a empresa pode ter com relação a avaliação por competência:

Demora no feedback

Como enfatizamos anteriormente, é importante fazer a avaliação por competência a cada seis meses para que o estagiário tenha tempo de se desenvolver e o gestor consiga acompanhar isso. Caso haja demora, não será possível identificar quais pontos ele melhorou ou quais precisam se aperfeiçoados. Por isso é importante que o procedimento seja algo trabalhado profundamente na cultura organizacional.

Não estabelecer as métricas certas

Não ter métricas mensuráveis atrapalham a avaliação, como entender a evolução do estagiário se não é possível metrificar isso? É importante ter um plano estratégico e segui-lo, se concentrando entre o que a empresa precisa e o que o estagiário tem para oferecer.

Sem apoio da tecnologia

Tecnologia existe para facilitar o trabalho e isso também se aplica aqui. Hoje em dia, existem softwares que ajudam a fazer a gestão de desempenho dos colaboradores, no entanto, eles também não dispensam o contato humano, pois são apenas ferramentas que ajudarão a guiar melhor, desse modo, é necessário que os gestores saibam conduzir e agregar no crescimento do estagiário.

Sua empresa pode contar com a Companhia de Estágios para automatizar sua avaliação de desempenho para todos os seus estagiários. Fale com nossos especialistas! www.ciadeestagios.com.br/empresas

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!