Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
Candidato

Confira cinco passos certeiros para convencer qualquer recrutador durante uma entrevista de emprego

Muito utilizada entre startups e investidores, a estratégia do pitch visa vender um produto ou serviço em pouco minutos. O objetivo é despertar o interesse do interlocutor, mostrando de um jeito convincente e assertivo que vale a pena apostar naquilo que está sendo apresentado.

Poderosa, a técnica ultrapassou as fronteiras das startups e passou a ser utilizada nas entrevistas de emprego, onde o profissional precisa convencer o recrutador a contratá-lo.

Como trata-se de um momento de tensão e expectativa, especialistas recomendam que o candidato chegue à entrevista (seja ela presencial ou online) com o pitch pessoal preparado, demonstrando objetividade, capacidade de articular ideias e clareza nas informações que deseja passar.

Veja as vagas que estão abertas!

Nós reunimos, a seguir, os cinco passos mais utilizados por fundadores de startups para convencer os investidores. Você pode aplicar todos eles durante um processo seletivo.

1. Crie uma linha do tempo mental
O que você quer que as pessoas saibam a seu respeito? Assim como no pitch de uma startup, em que os fundadores têm de despertar o interesse do investidor, um profissional em busca de emprego deve fazer o mesmo. Por isso, tenha em mente um discurso curso curto que traga informações que ajudarão o recrutador a entender, logo de cara, o porquê você é a pessoa certa para a vaga.

2. Seja claro e direto
Evite florear sua trajetória. É legal usar a criatividade para se expressar, mas a objetividade conta muitos pontos a favor durante o processo seletivo. Ao se apresentar, foque aquilo que é mais relevante em sua vivência profissional e estudantil: iniciação científica, trabalhos voluntários, experiências anteriores no mercado de trabalho, intercâmbio.

3. Conecte-se com a empresa
Demostrar que você conhece a companhia para a qual está se candidatando é fundamental para ganhar a confiança do entrevistador. Startups fazem isso mostrando um planejamento coerente com a área de atuação e os objetivos do investidor. Já o candidato faz isso deixando claro que a cultura, o propósito e os valores da empresa combinam com o seu perfil. Esse match é tão necessário quanto habilidades técnicas e competências comportamentais.

 4. Tenha uma boa história para contar
É comum que o candidato queira agradar o recrutador, mas é preciso ser natural e honesto. É claro que o pitch deve ser preparado com antecedência, mas o segredo da boa apresentação é ter autenticidade e uma boa história para contar. Seja você mesmo — não a pessoa que supõe que o recrutador deseja que você seja. No final das contas, todo processo seletivo busca por talentos autênticos que possam trazer ideias e inovação para dentro de casa.

5. Prepare-se para perguntas
Quando terminar sua apresentação, o recrutador fará perguntas. Quando estiver estruturando e ensaiando o seu pitch, faça uma reflexão a respeito do que deve ser questionado. Embora não seja possível prever com exatidão, dá para se ter uma noção, evitando sustos. Uma sugestão é elencar pontos críticos que podem ser abordados, como o motivo pelo qual quer sair da empresa atual ou quais são os seus pontos fracos, preparando-se para respondê-los.

Falar de si mesmo não é sempre uma tarefa fácil, mas com dedicação é possível fazer uma boa apresentação e conquistar a tão sonhada vaga de emprego. Continue acompanhando o blog da Companhia de Estágios para mais dicas sobre processos seletivos!

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!