Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
RH

Culture code: o que é e por que ter um?

Culture code é algo com o qual toda empresa deveria se preocupar. Mas do que se trata, afinal? De um guia, claro e objetivo, onde constam valores, crenças, motivações, missão, entre outros aspectos que compõe a cultura de uma companhia.

Em outras palavras, é o conjunto de práticas e princípios fundamentais que servem como diretrizes para toda a população de uma organização, ajudando a preservar o DNA da companhia e dos negócios.

Embora seja personalizável, um bom culture code deve conter:

  • Declaração de missão e propósito da empresa
  • Como trabalhar e conviver de acordo com as concepções da empresa
  • Os valores que a companhia quer praticar no dia a dia

Esses três pontos são essenciais para tangibilizar a rotina das equipes e guiar as suas decisões. E não só. Uma cultura organizacional clara e bem documentada possibilita construir uma marca empregadora forte, gerando identificação imediata com os talentos certos.

Trabalhado desde o momento do recrutamento e seleção, o culture code ajuda o RH a busca com filtros corretos que possibilitem chegar ao candidato que possui fit cultural com a empresa.

Como criar um culture code? 

1.    Mapeie a cultura

A organização pode não ter um culture code, mas certamente tem valores, crenças e uma missão, ainda que não estejam no papel. Faça uma pesquisa interna com os funcionários, questionando-os sobre como enxergam a empresa. Ouvir as pessoas que fazem o dia a dia do negócio é essencial para a construção de um código cultural alinhado às expectativas.

2.    Seja coerente

Após fazer uma análise criteriosa sobre a personalidade da sua companhia, é necessário listar os pontos críticos a ser trabalhados, lembrando que a marca deve ser a mesma quando apresentada para dentro e para a fora. O mais importante é usar uma linguagem clara, objetiva e sem rodeios. Não existe um tamanho ou formato certo, cada empresa define o que é melhor.

3.    Divulgue com consistência

Quando tiver o culture code finalizado (e revisado), divulgue-o primeiro entre os trabalhadores e depois avance externamente – o texto do seu site, a maneira como se nas redes sociais e qualquer material precisa estar alinhado ao código cultural e ao DNA da empresa.

Se a sua empresa já possui um código construído, avalie se este não é o momento de revisá-lo. Em um mundo tão volátil e rápido, as prioridades mudam o tempo todo e é preciso fazer exames periódicos para calibrar missão, valores e até mesmo o propósito às necessidades do momento.

Continue acompanhando o blog da Companhia de Estágios e leia mais sobre assuntos voltado a RH, gestão de pessoas, processos seletivos, entre outros assuntos.

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!