Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
Artigos

Dinâmicas de grupo: como aplicar no processo seletivo

Os processos seletivos, normalmente, são compostos por algumas fases que dependem muito da estrutura e disponibilidade da empresa. Algumas fazem processos mais longos, outras preferem algo mais rápido.

No entanto, algo que está sempre presente nesses processos, independente do porte da empresa, é a dinâmica de grupo.

Muitas vezes é o que mais deixa o candidato nervoso, mesmo que ele saiba que está o tempo todo sendo avaliado, pois, nessa fase, ele precisa lidar não apenas com a análise do recrutador, mas também com os outros candidatos que estão concorrendo a mesma vaga.

Mas para que servem as dinâmicas de grupo?

O objetivo é simular um problema ou desafio do dia a dia e ver como o candidato se posiciona e toma decisões para solucionar. Se não for um problema real, pode ser um case fictício, mas que vai gerar a necessidade do candidato pensar e interagir com os colegas. É uma etapa para avaliar as pessoas e detectar comportamentos, e tudo isso sem as tradicionais perguntas das entrevistas.

Muita coisa pode ser avaliada! Dá para identificar como o candidato lida com pressão, trabalho em equipe, liderança, raciocínio lógico, entre outras características. Por isso se recomenda grupos entre 8 e 12 pessoas para as atividades, além de ter a analista e um assistente para garantir que todos estão sendo bem observados.

Como são as dinâmicas no processo seletivo a vaga de estágio?

Para definir uma dinâmica de grupo, primeiro é preciso ter claro o que a empresa busca, qual tipo de estagiário, bem como as características que ele precisar ter para executar o trabalho da vaga pela qual concorre.

A partir disso é possível definir uma estratégia para conseguir extrair do candidato todas as informações necessárias para o processo seletivo.

Desse modo, as dinâmicas podem variar muito de acordo com cada necessidade e exigência da empresa. Contudo, é possível usar alguns recursos a favor dessa fase do processo seletivo, como a tecnologia.

Realidade virtual  como ferramenta para dinâmicas de grupo

A realidade virtual tem sido um ótimo aliado nas dinâmicas em grupo, especialmente, pelo desafio de lidar com a tecnologia nesse momento.

Além disso, é um atrativo para os candidatos, pois, eles podem lidar com recursos audiovisuais e experiências simuladas por meio por equipamentos tecnológicos, como óculo VR que proporciona imersão em uma realidade virtual.

Aqui na Companhia de Estágios usamos realidade virtual nos nossos processos seletivos. É uma outra maneira explorar as competências comportamentais, deixar as dinâmicas mais descontraídas e de usufruir do melhor da tecnologia.

Fique de olho no nosso blog para ler mais sobre processos seletivos, RH, dicas de contratação e tudo que envolve seleção e recrutamento de aprendizes, estagiários e trainee.

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!