Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
Candidato

Me formei, e agora? Invista nos programas de trainee e construa uma carreira de sucesso

Passar por um estágio é realmente gratificante e incentivador para a carreira profissional de um jovem, porém, esse período tem um prazo determinado para acabar, afinal, é apenas a fase inicial de um estudante que está iniciando a carreira, não é mesmo? Se você está para encerrar esse ciclo e não sabe o que vai acontecer quando concluir a faculdade, não se desespere, pois existem programas de aprendizado que estendem seus conhecimentos e possibilitam o crescimento profissional dentro de uma empresa.

O trainee, especificamente, é um programa para recém-formados ou jovens ainda no início de carreira que também proporciona um aprendizado prático em instituições, porém com um grande diferencial: o plano de carreira. Nesses casos, as empresas investem no estudante com o objetivo de capacitá-lo a ocupar um cargo efetivo, normalmente de cunho gerencial, dentro da instituição. Justamente por essa distinção, a modalidade é mais concorrida e os processos seletivos mais rigorosos. Contudo, concorrer a esse tipo de vaga pode lhe abrir inúmeras portas e mudar, de fato, sua carreira. Por isso, confira as principais diferenças e entenda porque vale a pena investir num programa de trainee.

Maiores benefícios

Normalmente um programa de estágio comum proporciona oportunidades de aprendizado, certo? Com o trainee essa capacitação é aprofundada e os benefícios recebidos aumentam consideravelmente. Normalmente quem passa por essa fase recebe assistência médica, odontológica, previdência privada, seguro de vida, transporte, auxilio-alimentação e/ou, até mesmo, cursos e treinamentos complementares.

O salário também é um fator de incentivo aos recém-formados. A remuneração varia de empresa para empresa, mas, geralmente, os valores são bem atrativos, podendo ultrapassar os 4 mil reais. Tudo isso porque as empresas acreditam que quem ocupa esse cargo futuramente será um líder ou gestor de instituições, por isso necessitam de oportunidades atrativas.

Modalidade desafiadora

Dependendo da instituição e da proposta do programa, o trainee pode durar de um a dois anos, mas o jovem pode permanecer na empresa por prazo indeterminado, se aprofundando no conhecimento do negócio, dos departamentos da empresa, bem como na liderança e gerenciamento de pessoas. As atividades também serão mais específicas, comparadas a um programa de estágio e, da mesma forma, mais desafiadoras. O jovem pode se deparar com situações nas quais ele precisará demonstrar pró-atividade, capacidade de tomada de decisão e, até mesmo, gerencialmente de conflitos.

Contato direto com lideranças

Esse tipo de programa oferecido pelas organizações proporciona feedbacks constantes de projetos realizados para que você tenha um parâmetro de avaliação do seu desenvolvimento. Desta forma a instituição contribui para moldar um profissional capacitado a assumir qualquer tipo de situação. Além disso, quem costuma participar do trainee tem contato próximo aos gestores de cada área, o que facilita receber dicas, atenção e críticas de forma mais direta e rápida. Esse contato direto com profissionais experientes no mercado ajuda o trainee a adquirir experiência e maturidade conquistada gradualmente a cada função exercida. Outro ponto é que as empresas costumam investir em trainees para “sucessão” de cargos de liderança, sendo assim, é fundamental ter contato direto com a chefia em questão, a fim de absorver todos os processos relacionados à rotina de trabalho.

Diferentes setores

Geralmente as pessoas optam por mudar de emprego para experimentar novas funções em outros estabelecimentos e, assim, saber em qual área se identifica melhor. Porém, o programa de trainee permite que o recém-formado passe por diferentes funções dentro de uma mesma empresa para que, assim, ele possa encontrar a área onde melhor se encaixa e desenvolver com mais facilidade suas características profissionais. Como o objetivo do programa é formar gestores, é imprescindível que o participante tenha uma visão macro sobre a metodologia de trabalho e, por isso, é comum que ele faça “um giro” pelos departamentos conhecendo a rotina de cada um deles – o chamado “job rotation”.

Rede de contatos

Como o programa trainee incentiva a circulação dos jovens na empresa, é comum que eles conheçam muitos profissionais importantes do ramo em que atuam e acabem estabelecendo relações mais próximas. Desta forma, o recém-formado amplia seu leque de contatos e aumenta a possibilidade de recomendações dentro e fora da instituição para possíveis vagas em aberto. Manter o networking, como é chamado essa rede de contatos, é extremamente benéfico não só para o profissional que deseja alcançar altos cargos, mas também para futuras parcerias profissionais.

Perfil de multinacionais

Os programas trainee são fundamentais em qualquer empresa que deseja enraizar e desenvolver profissionais capacitados, porém, por serem custosos e exigirem paciência por oferecerem resultados a longo prazos, empresas de pequeno e médio porte não costumam dispor dos recursos necessários para sua implementação. Por isso, as instituições que têm a capacidade financeira e dispõem de tempo para estabelecer esse tipo de atividade em suas instalações normalmente são as multinacionais, que buscam sempre aprimorar o quadro de funcionários e desenvolver recém-formados que tenham a vontade de crescer e incentivar o progresso da empresa.

Se interessou? Então não perca tempo: se inscreva agora no site da Companhia de Estágios, assim você ficará por dentro dos melhores programas de trainee em grandes empresas do Brasil e do mundo.