Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
RH

Headcount em RH: veja como calcular e benefícios dessa métrica

headcount o que é

Headcount é mais um daqueles termos em inglês que podem acabar confundindo a cabeça de quem não está acostumado com expressões estrangeiras.

Contudo, apesar do nome complicado e incomum, trata-se de uma métrica bastante simples, mas ao mesmo tempo muito útil para o departamento de Recursos Humanos.

De maneira bem resumida, esse indicador representa o quadro total de colaboradores de uma empresa. E a partir dessa contagem de funcionários, com o uso de outros indicadores de RH, é possível avaliar o potencial de crescimento da empresa a longo prazo.

Um exemplo disso é que essa contagem é muito utilizada pelas empresas para rever a necessidade de cortes ou a possibilidade de novas contratações.

Neste artigo, vamos te explicar o que é headcount em RH e como utilizá-lo de maneira inteligente dentro da sua empresa. Boa leitura!

O que é headcount?

A palavra headcount significa, em tradução livre, algo como “contagem de cabeças” e, no contexto empresarial, esse termo representa uma métrica utilizada pelo RH para o acompanhamento da quantidade de funcionários que fazem parte das equipes da empresa.

Apesar do nome diferente, é um conceito muito simples de ser compreendido e aplicado no dia a dia das organizações.

Afinal, trata-se de um indicador que não leva em consideração dados mais densos, como escalas, jornada de trabalho, cargos específicos ou produtividade. Em resumo, esse termo representa a soma de quantos funcionários prestam serviços diariamente para a sua empresa.

A partir desse número de colaboradores, é possível partir para análises mais complexas, como uso do orçamento da empresa, produtividade, performance, necessidade de contratação de novos profissionais etc.

Importância e uso do headcount nas empresas

importância headcount

Existem diversos motivos para o headcount ser um dos indicadores mais importantes para o funcionamento de uma empresa de maneira geral.

Primeiramente, esse indicador é fundamental para os Recursos Humanos da empresa, pois, a partir dessa contagem, os gestores têm um trabalho mais fácil na hora de tomar decisões, como a eventual reestruturação de uma equipe.

Além disso, definições de promoções, realização de processos de capacitação e recrutamento de pessoas também se beneficiam do headcount.

Outro impacto desse indicador é no setor financeiro, mais especificamente na folha de pagamento dos funcionários. Através de uma boa gestão de colaboradores, é possível fazer orçamentos mais elaborados e um controle de gastos mais assertivo ao final do mês.

Por fim, o headcount também é muito útil para projetar cenários corporativos, como eventuais necessidades de reestruturação. Isso auxilia na construção de uma cultura organizacional de planejamento que influencie positivamente em todos os departamentos.

Com esse cálculo em mãos, a empresa pode criar planos estratégicos com o objetivo de preparar para prováveis cenários e conseguir contornar imprevistos.

Como calcular o headcount?

headcount como calcular

Não existe nenhuma fórmula específica para calcular o headcount. Para chegar ao número exato desse indicador, basta ao RH fazer a soma total do número de funcionários contratados em sua organização, independente do horário.

Por exemplo, se uma empresa trabalha com turnos de 30 funcionários na manhã, 30 funcionários no período da tarde e 25 funcionários no período noturno, o cálculo será o seguinte:

30 + 30 + 25 = 85 funcionários

Essa conta é importante para entender quais são as equipes com maior número de integrantes e desempenho, para avaliar em quais setores é necessário investir em mais capital humano, por exemplo.

Dessa forma, o headcount é um indicador que deve ser acompanhado de forma periódica, para que seja possível também acompanhar o crescimento da empresa ao longo dos anos.

4 maneiras de utilizar o plano de headcount na sua empresa

Embora seja uma métrica muito simples, é possível usar essa contagem de maneira estratégica para melhorar a produtividade, bem-estar e uso de recursos em uma empresa. Separamos algumas dicas que podem ajudar:

1. Criar um organograma

O primeiro passo para utilizar o plano de headcount na sua empresa é entender como ela se organiza, identificando através de um organograma quem responde a quem e quais são os cargos existentes em cada departamento ou equipe.

Para realizar essa tarefa, o departamento de RH pode utilizar a ajuda dos líderes de cada setor. Por isso, é fundamental que haja essa comunicação para que toda a empresa esteja envolvida nos processos de gestão..

Através dessas trocas, será mais fácil identificar quais são as necessidades de cada área e conseguir entender em quais áreas devem ser priorizadas a contratação de novos funcionários.

Da mesma forma, também será possível entender em quais áreas é possível manter o número de funcionários como está sem que isso afete a produtividade em ambos os lados.

2. Rever a descrição de cargos

Uma vez que você tenha o número total de colaboradores em mãos, depois de realizar o headcount, é hora de começar a evoluir essa métrica e documentar outras informações fundamentais, como a revisão da descrição dos cargos.

Nesta etapa, você deve fazer uma avaliação das funções desempenhadas por cada cargo e verificar se a carga de trabalho, atividades e metas estão adequadas à função.

Durante essa avaliação mais próxima, é possível identificar casos em que um colaborador está sobrecarregado ou atuando em funções que não colaboram para o seu crescimento dentro da empresa e aumento de produtividade.

Trata-se de uma etapa que pode parecer complexa em um primeiro momento, mas que pode ser feita facilmente através de conversas com os colaboradores e gestores através de feedbacks ou avaliações periódicas de desempenho.

3. Avaliar outros indicadores de RH

O número total de colaboradores, por si só, não pode dizer muita coisa sobre o cenário empresarial, pois trata-se apenas de uma análise quantitativa.

Mas quando o headcount é colocado lado a lado com outros indicadores de RH, é possível enriquecer a avaliação da saúde empresarial e produtividade.

Por isso, após mapear a quantidade de colaboradores e suas funções desempenhadas, é importante levantar outras métricas antes da tomada de qualquer decisão. Alguns números importantes que devem ser levantados incluem:

  • Orçamento investido para folha de pagamento;
  • Benefícios;
  • Taxa de absenteísmo;
  • Retenção de talentos;
  • Taxa de rotatividade (turnover);
  • Clima organizacional;
  • Lucratividade da empresa;
  • Índice de satisfação e qualidade de vida dos funcionários;
  • Banco de horas;
  • Horas extras;
  • Controle de jornada.

4. Projetar novos cenários

Em um cenário ideal, as empresas gostariam apenas de continuar em curva de crescimento, evitando ao máximo corte ou redução no número de colaboradores.

Mas diante de fatores externos, como crises econômicas, é necessário contar com cenários diversos. Por isso, é importante levar em conta na hora de medir o headcount novos cenários, o que consiste em projetar novas hipóteses para o futuro.

👉Recrute os melhores talentos no mercado com a Companhia de Estágios!

Conclusão

O simples fato de ter o controle sobre o número total de colaboradores pode ajudar a sua empresa a ter uma melhor organização de orçamento e um crescimento mais saudável a longo prazo.

Por isso, por mais simples que seja esse conceito, todo empreendedor deve saber o que é e para que serve o headcount. Agora que já te mostramos como funciona essa métrica, é hora de calcular esse indicador na sua empresa.

E se o cenário estiver indicando a necessidade de novas contratações, você pode contar com a Companhia de Estágios para encontrar os melhores talentos para alavancar o sucesso da sua empresa. Fale com os nossos especialistas!

Novas vagas