Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
Candidato, Vídeos,

Companhia de Estágios fala com Sergio Fajerman, diretor executivo de RH do Itaú Unibanco

Quando falamos em RH e gestão de pessoas é impossível não lembrar de Sergio Fajerman, diretor executivo de Recursos Humanos do Itaú Unibanco e um dos mais renomados nomes do setor. Então, nada melhor do que convidá-lo para um bate papo sobre o assunto, não é mesmo? E foi isso que a Companhia de Estágios fez!

No inicio da Live, a Companhia de Estágios apresentou uma mensagem de apoio e carinho enviada pelo Presidente do Itaú Unibanco, Candido Bracher direcionada aos gestores de RH e candidatos.

O primeiro ponto abordado na live conduzida por Tiago Mavichian, CEO da Companhia de Estágios e mediada pelo Head de Marketing, Fabricio Treviso, foi sobre a transição de carreira de Fajerman, que antes de se tornar um profissional da área de RH, foi piloto.

Embora tenha iniciado a universidade, o diretor executivo de RH do Itaú Unibanco, trancou a faculdade para seguir carreira na aviação.

Com o passar do tempo e após algumas turbulências na empresa que trabalhava, ele voltou a faculdade pensando em ter uma segunda opção profissional. Após se formar, continuou trabalhando na área de aviação, dessa vez, não apenas pilotava aviões, mas também trabalhava em um escritório de uma empresa do setor aéreo.

Sempre falamos aqui no blog da Companhia de Estágios sobre cultura organizacional, certo? Pois é, Fajerman falou sobre o assunto e como isso o influenciou para que ele largasse de vez a vida nos ares e optasse por manter os pés em um escritório.

Mas ao se formar em economia e com o currículo como piloto, ele acreditou que precisaria de mais para que as portas, de fato, se abrissem. Foi para o exterior fazer um MBA, que ele garante que foi o divisor de águas na carreira dele, trabalhou na Europa durante um tempo e recebeu uma proposta do Itaú Unibanco para atuar em Rh! Mas recusou!

Porém, um tempo depois a empresa o procurou novamente, e pela oportunidade de voltar ao Brasil, entrar no mercado financeiro, Fajerman aceitou a proposta e adentrou em um setor totalmente diferente do que pensava, o de Recursos Humanos.

“Tudo isso foi com muito sacrifício, mas muito planejamento também…foram 10 anos para completar essa transição”.

Uma carreira profissional de inspirar não é mesmo? Porém, os desafios não cessavam, uma vez que, outra mudança também já estava acontecendo: como Fajerman não planejava trabalhar com RH e aceitou a proposta, teve que buscar entender a importância do setor, aprender o que é Recursos Humanos e tudo sobre o mundo corporativo.

Isso trouxe muita bagagem e repertório para Fajerman atuar com o RH, que segundo ele, é uma área que se desenvolveu muito nos últimos anos, fazendo com que deixasse de ser apenas operacional e se tornasse estratégica. Mas para isso, de fato, acontecer, ele enfatiza que um bom profissional de Recursos Humanos deve ter uma boa leitura de cenário e de indivíduo, uma vez que, trabalha diretamente com a estrutura organizacional da empresa.

No entanto, tudo isso precisa estar aliado ao conhecimento de mercado, ou seja, entender a concorrência, o setor de atuação, os sistemas, o consumidor, e cada vez mais se embasar em dados, isto é, ter um raciocínio analítico é muito importante para quem trabalha com RH.

Trazendo para o atual contexto, quando se trata da pandemia, Fajerman salienta que é muito fundamental saber ler o cenário, para entender como trabalhar os grupos, os indivíduos e como a organização é impactada, afinal, são em momentos mais críticos que as competências se sobressaem.

“Eu costumo dizer que umas das missões mais importantes do RH é colocar o pino de volta na granada sem que ninguém perceba”.

A transformação digital nas organizações também estava entre os tópicos abordados na live e Fajerman falou sobre como foi para o Itaú Unibanco passar por essa mudança que é tão necessária para o setor financeiro e como o RH pode ser um agente dessa mudança, uma vez que, é um departamento que influencia diretamente na cultura da empresa, na tomada de decisões, na estrutura organizacional etc.

Outras questões como mudança do mercado, competitividade, inovação também foram faladas na conversa, algumas perguntas foram selecionadas durante a live e foram respondidas pelo profissional.

Não conseguiu assistir ao vivo? Pode ver a conversa na integra, basta clicar aqui que será direcionado para o vídeo que está disponível no Youtube.

Essa e as outras lives podem ser acessadas no canal da Companhia de Estágios, então se inscreva e não deixe de acompanhar a gente nas redes sociais e também no nosso blog!

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!