Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
Candidato

Não teve feedback? Saiba como lidar com a falta de retorno ou a negativa dos recrutadores

Quem está em busca de um estágio sabe que nesse momento um dos maiores desafios enfrentados pelos jovens é saber lidar com as emoções. Ter seus conhecimentos e habilidades colocados à prova deixa qualquer um nervoso, inseguro e, principalmente, ansioso. E essa última sensação, em especial, só tende a aumentar após o fim da entrevista. Afinal, é natural querer saber, o quanto antes, se você se saiu bem e se será, de fato, chamado para ocupar a vaga.

Porém, nem sempre o famoso feedback é dado com a rapidez que os jovens esperam. Algumas vezes ele sequer acontece, pois algumas empresas simplesmente não costumam dar um retorno aos não aprovados. Embora alguns participantes fiquem revoltados com esse comportamento, existem razões pelas quais as empresas agem dessa forma e elas podem indicar, inclusive, quais pontos você precisa melhorar para se tornar mais competitivo. Por isso, separamos algumas dicas para que você saiba como agir diante da resposta negativa ou da falta de retorno dos recrutadores:

Dê a volta por cima

Por mais que você sinta que foi bem na entrevista, pode ser que outro candidato tenha se destacado mais ou apenas tenha um perfil mais adequado para a vaga. Ainda assim, não desanime, pelo contrário, mostre seu interesse em manter boas relações com a empresa. Por mais que não receba retorno dos recrutadores, depois de um tempo, envie um e-mail reafirmando seu interesse em fazer parte da equipe, colocando-se à disposição para uma futura oportunidade. Desta forma, os recrutadores te verão com bons olhos e poderão até mesmo se lembrar de você mais facilmente quando surgir outra vaga.

Entenda a política interna

Algumas pessoas podem não aceitar tão bem as críticas e até mesmo se sentirem ofendidas com a justificativa dos recrutadores. Aliás, para se ter uma ideia, existem até casos na Justiça tratando desse tipo de problema, onde o candidato se sente pessoalmente lesado pela recusa da empresa. Por isso, por política interna, muitas instituições evitam dar o feedback aos candidatos que não foram aprovados.

Porém, se ainda assim você quer saber quais foram os pontos determinantes para esse resultado, tente entrar em contato com a organização por meio de um e-mail educado, se comprometendo a não divulgar as informações e deixando claro que sua intenção é apenas saber o que você pode melhorar no seu perfil profissional. Ainda assim entenda que também existe a possibilidade desse pedido não ser atendido, por isso, se não houver resposta, não se ofenda!

Candidate-se a vagas adequadas para seu perfil

Em tempos de poucas oportunidades no mercado de trabalho é compreensível que muitos candidatos tentem de tudo, porém, candidatar-se a vagas que não condizem com seu perfil profissional só diminui suas chances de ser selecionado.  Além de te tornar menos competitivo, essa atitude dificulta o trabalho dos recrutadores e atrapalha os candidatos que realmente atendem aos requisitos da vaga. Por isso, é sempre importante verificar se suas habilidades/conhecimentos atendem o esperado pela instituição.

Também é importante não “forçar a barra”. Por exemplo, se a vaga exige fluência em espanhol e você não tem esse conhecimento, provavelmente não passará nem na seleção de currículos. Se mentir, será ainda pior, pois pode passar por uma “saia justa” durante a entrevista. Portanto, seja criterioso na hora de se candidatar, pois isso aumenta suas chances de ter um feedback positivo.

Espere um tempo determinado

Também é preciso ter bom senso, algumas etapas do processo seletivo demandam mais tempo dos recrutadores, principalmente quando o assunto é decidir, afinal, qual candidato é mais indicado para a vaga. Por isso é importante esperar um tempo razoável antes de cobrar a empresa.

O considerado aceitável para a avaliação dos currículos é de três dias a uma semana após a divulgação da vaga, porém esse prazo pode ser estendido por outros fatores. Sendo assim, é recomendável manter boas expectativas nos primeiros 15 dias após a divulgação da vaga, esperanças moderadas no primeiro mês e mais baixas após esse período. Não que seja impossível ter algum retorno positivo após esse prazo, mas o ideal é não ficar parado e partir para outras oportunidades. Afinal, se o feedback vier mesmo depois de tanto tempo, melhor para você, não é mesmo?

Vá atrás de outras oportunidades

Por mais que você esteja se candidatando à “vaga dos seus sonhos”, o ideal é que não aposte somente nessa oportunidade. Por isso, mesmo que você esteja esperando um feedback, é importante continuar enviando currículos para outras vagas que se encaixem em seu perfil.

Por último e, por mais que pareça óbvio, é necessário que você esteja sempre acessível a contatos telefônicos ou e-mail, fornecidos no currículo. Se seus dados estiverem corretos e o recrutador desejar entrar em contato, não fique ansioso, pois ele te achará. Outra dica importante é sempre checar o spam e o lixo eletrônico do seu e-mail, assim você garante que nada passou despercebido.

Agora, se você já realizou uma entrevista de estágio e recebeu o feedback negativo, não fique chateado: continue procurando outras oportunidades. E, se a instituição teve a preocupação de te retornar, não se esqueça de mantê-la em sua lista de futuros contatos, pois, provavelmente essa empresa tem uma política corporativa diferenciada.

Se você quer aumentar suas chances de ingressar no mercado de trabalho, saiba que se inscrever no site da Companhia de Estágios é o primeiro passo. Afinal, aqui você fica por dentro das oportunidades mais adequadas para o seu perfil! Então se você quer ampliar suas possibilidades, conte com a gente!