Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
Candidato

Quais são as profissões que estão em alta nos tempos de crise?

De uns tempos para cá o destaque nos meios de comunicação só tem sido um: crise econômica. O período conturbado, que já dura alguns anos, já é considerado um dos mais impactantes da história recente do país e afetou, principalmente, os trabalhadores brasileiros. Com a desaceleração da economia, diversas empresas tiveram que fazer cortes, inclusive de postos de trabalho e assim, milhões de pessoas acabaram demitidas.

Embora muitas pessoas se sintam mais pessimistas em momentos como esse, é importante saber que oportunidades surgem mesmo em cenários turbulentos. Além das funções triviais, das quais as organizações não podem abrir mão, existem também segmentos que viram tendência por oferecer soluções para redução de custos, melhoria de processos e superação de obstáculos, ajudando as empresas a se manterem ativas diante de tantos desafios. Portanto, se você quer saber quais profissões estão em alta, conheça agora as áreas promissoras que seguem aquecidas no mercado de trabalho e podem ser uma saída para fugir do desemprego.

Gestão financeira

Quando falamos de crise econômica, automaticamente pensamos em pessoas que tenham profissões ligadas ao ramo para nos ajudar a organizar contas ou até mesmo esclarecer dúvidas, certo? É por isso que os especialistas em economia, ciências contábeis, administração e gestão financeira estão em alta. Isso porque quanto mais complexas forem as finanças de uma empresa, maior é a dificuldade da instituição se estabilizar. Por isso é necessário que ela otimize os gastos, saiba investir corretamente e, principalmente, consiga planejar os próximos passos da instituição.

Um especialista neste seguimento é capaz de identificar possibilidades vantajosas para uma empresa, e, assim manter a estabilidade financeira, permitindo-a atravessar o momento sem grandes prejuízos.

Administradores

Os administradores também estão na lista de profissionais mais procurados por empresas nos tempos de crise. Com sua capacidade de conduzir a instituição nos tempos de recessão, esse especialista pode traçar medidas estratégicas que mantêm a organização com as contas ainda no verde, enxugar as despesas, analisar a concorrência e ainda propor a criação de novos produtos ou serviços.

Comunicação social

Igualmente importante para o sucesso da companhia, o especialista em comunicação social é essencial para promover a corporação, torná-la conhecida e confiável, além de ajudar a reposicionar a marca, rever produtos, analisar a concorrência e ainda estreitar a relação da empresa com seu público-alvo. Com a técnica adequada aos interesses de seu cliente, o profissional é capaz de auxiliar a empresa a passar pelo momento de recessão com mais tranquilidade.

Profissionais da saúde

Cuidar da saúde está sempre em primeiro lugar em qualquer circunstância, pois sem ela ninguém é capaz de ter uma vida mais tranquila e nem exercer corretamente suas funções. Além disso, as doenças relacionadas a uma rotina pesada ou que afetam o psicológico como, por exemplo, o estresse têm atingido cada vez mais pessoas que, consequentemente, recorrem aos profissionais da saúde. Médicos, dentistas, fisioterapeutas e principalmente os psicólogos são profissionais em alta neste momento e esses seguimentos tendem a crescer, pois os brasileiros também estão vivendo mais.

Compras

Manter o fluxo de vendas nos negócios e a balança comercial de um país em alta é de extrema importância durante a crise, por isso é tão importante a atuação de especialistas na área como, por exemplo, os de comércio exterior, relações internacionais e gestão comercial. São eles os responsáveis por acordar com funcionários, renegociar contratos, avaliar o que foi comprado pela organização e ainda buscar novas oportunidades em outros países, se necessário. Esse profissional é fundamental é a peça-chave de uma instituição que visa reduzir as despesas, por isso é muito procurado. Além disso, são extremamente importantes em instituições governamentais, pois são capazes de analisar e prospectar índices importantes para tomada de decisão e definição de estratégicas para vencer a crise.

Recursos humanos

Esses profissionais não são necessários só em tempos de recrutamento, mas no corte de vagas. Capacitados para lidar com situações estressantes e delicadas, os técnicos, supervisores e gerentes de RH precisam lidar com situações nem sempre agradáveis como redimensionar setores, excluir áreas e enxugar repartições. Desligar funcionários da maneira menos traumatizante possível, tanto para a empresa, quanto para o colaborar é responsabilidade deste profissional que devem ser extremamente qualificados para essa tarefa, por isso as empresas necessitam tanto. Além disso, com menos vagas abertas pelas empresas nesse período, é preciso que os recrutadores – geralmente formados nessa área do conhecimento – estejam aptos a enxergar os melhores candidatos, capazes de atender da melhor forma as expectativas da empresa.

Muitas pessoas dizem que é na crise que surgem as oportunidades, e se você atua em uma dessas áreas essa pode ser sua chance de crescer profissionalmente. Mas caso sua formação seja outra, não desanime, o segredo é procurar as vagas no lugar certo. E para isso, é só se inscrever no site da Companhia de Estágios, assim você fica por dentro das melhores oportunidades de estágio, nas mais diversas áreas e em grandes empresas.