Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
RH

Como fazer o treinamento e desenvolvimento de pessoas (T&D)?

estratégica de educação organizacional

O treinamento e desenvolvimento (T&D) são processos de extrema importância para o crescimento das pessoas na empresa, já que são conjuntos educativos e capacitações adotadas pelo RH para desenvolver os colaboradores.

Isso porque profissionais altamente qualificados nem sempre são encontrados no mercado a todo momento. Muitas vezes, desenvolver internamente as funções requeridas faz toda a diferença para o desempenho das equipes.

Sendo assim, o principal desafio para o RH é buscar e implementar práticas efetivas nesse processo. Seja em uma perspectiva de curto ou longo prazo, o treinamento e desenvolvimento permitem um maior aproveitamento dos profissionais já contratados.

Além disso, com a implantação desses processos, as organizações podem obter grandes retornos financeiros. Se, ao invés de investir em processos de recrutamento, ela habilita profissionais para sua própria demanda, é possível realizar um número menor de contratações.

Por fim, os processos de treinamento e desenvolvimento permitem que os profissionais da empresa possam crescer nela. Com táticas voltadas para o crescimento, a satisfação dos colaboradores melhora, diminuindo o turnover.

Qual é o objetivo da área de treinamento e desenvolvimento?

Nas equipes de treinamento e desenvolvimento, o principal objetivo é promover a educação corporativa das pessoas. Dessa maneira, de forma individual, é possível desenvolver hard e soft skills importantes para as funções dos colaboradores.

Dada a ágil transformação do mercado, esses processos também são essenciais para que a empresa se mantenha atualizada. Os treinamentos constantes permitem que seus processos sejam sempre compreendidos e melhorados, de forma que a qualificação dos funcionários seja constantemente otimizada.

Portanto, o objetivo desses processos na empresa é potencializar as capacitações das pessoas em relação aos seus cargos. Além disso, com melhorias constantes nas habilidades, os colaboradores ficam sempre atualizados e competitivos no mercado.

Quais são as etapas do treinamento e desenvolvimento?

Antes de mais nada, é fundamental atentar-se às diferenças de cada um desses pilares. Enquanto as etapas de treinamento culminam em efeitos mais ágeis, as de desenvolvimento são feitas pensando no longo prazo. Pensando nisso, pode-se partir das seguintes etapas:

  1. Mapeamento: onde a empresa identifica pontos fracos e as habilidades que precisam ser desenvolvidas nas equipes. Esse processo também pode tomar como base o fit cultural, para o desenvolvimento de soft skills importantes.
  2. Perfis profissionais: o processo também demanda um conhecimento aprofundado dos interesses e perfis de colaboradores. Como cada pessoa possui aptidões e dificuldades, elas devem ser consideradas nessa etapa, pois favorecem rão uma gestão por competência adequada.
  3. Personalização: as abordagens desenvolvidas também precisam ser suficientemente atrativas a todos os envolvidos. Por isso, a partir da etapa anterior, é fundamental incluir aspectos que tornem o treinamento e desenvolvimento mais relevantes aos profissionais.
  4. Plano e desenvolvimento: são as fases onde os processos de ensino e desenvolvimento dos colaboradores são planejadas individualmente. Dessa maneira, definem-se materiais, estratégias e os demais indicadores que serão relevantes para a organização posteriormente.
  5. Implantação e acompanhamento: com base nos demais dados levantados, implementa-se todo o processo educativo planejado. Vale ressaltar que, sempre que possível, é fundamental avaliar os impactos dessas ações na produtividade e desempenho dos profissionais, melhorando-as sempre que possível.

Quais são as técnicas de treinamento?

Nas etapas de personalização, plano e desenvolvimento, é comum que surjam dúvidas sobre quais abordagens utilizar nos treinamentos. Na verdade, existem inúmeras opções, como as que listamos a seguir:

  • Cursos EAD — a estimativa de crescimento do investimento das empresas nessa modalidade foi de 56% em 2021, conforme a Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento.
  • Processos de Gamification — que melhoram a experiência do usuário e potencializam seu engajamento
  • Palestras — especialmente voltadas para a motivação e aprendizados exclusivos com especialistas./li>
  • Mentoring — para o acompanhamento próximo do desenvolvimento dos colaboradores. Nesse caso, a empresa pode buscar profissionais reconhecidos no mercado para promover esse processo.

Quais os benefícios alcançados com o treinamento e o desenvolvimento?

As equipes podem ter um aumento significativo de produtividade e qualidade nas entregas. Com a maior qualificação, o nível competitivo da organização também é maior, ocasionando:

      • Melhora do employer branding, considerando a satisfação e engajamento dos colaboradores;
      • Formação de líderes;
      • Melhor experiência ao consumidor final, dada a qualidade do serviço;
      • Economia de gastos com rotatividade e processos de recrutamento e seleção;
      • Melhora no clima organizacional e fortalecimento da cultura da empresa.

Qual a relação entre treinamento e resultado?

Nos treinamentos, a equipe responsável por sua implantação poderá acompanhar indicadores e notar uma rápida evolução dos resultados. Isso acontece pela promoção de habilidades-chave que rapidamente podem amenizar gaps na qualificação das equipes.

Já quanto ao desenvolvimento, o efeito é notado a longo prazo, mas impactos como maior motivação e dedicação podem ser facilmente notados. Tudo isso, com profissionais crescentemente qualificados e atentos às novidades nas necessidades do cliente.

T&D x educação corporativa: entenda as diferenças

A educação corporativa é um componente do processo de treinamento e desenvolvimento, mas que se relaciona muito mais com os interesses estratégicos das empresas.

Enquanto os processos de T&D consideram impactos nas soft skills e comportamentos do profissional, a educação corporativa tem um enfoque muito maior na participação ativa e mais abrangente a todos os colaboradores.

Dessa maneira, ela explora demandas específicas da empresa como um todo, sem graus de adaptação para diferentes funcionários. Por outro lado, ela também pode ter um enfoque a longo prazo e apresentar resultados na motivação e engajamento.

Confira as melhores soluções em estágios para empresas e estudantes

satisfação e plano de desenvolvimento

Conclusão

Os processos de treinamento e desenvolvimento são fundamentais para o progresso das pessoas dentro das empresas. Com as tecnologias e estratégias empregadas em conjunto, os resultados são amplamente notáveis posteriormente.

Vale ressaltar que é sempre fundamental considerar o perfil comportamental do profissional e os valores da organização no momento de elaborar o plano de T&D. O intuito, dessa maneira, é alinhar ambos os valores e promover um crescimento mútuo entre os profissionais e a empresa.

Você pode se interessar também por: Candidate experience: conceito, importância e como melhorá-la

Novas vagas