Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
RH

Entenda o que é fisital e como ele impacta o RH nas empresas

o que é fisital

Após um cenário de restrições, a pandemia causada pela Covid-19 deixou diversas mudanças em nosso cotidiano. A tecnologia – que antes já fazia parte da nossa rotina- se tornou muito mais presente.

A conexão entre as pessoas se tornou digital e os usuários precisaram se adaptar a essa nova realidade. E, no ambiente corporativo não foi diferente!

Vivemos uma transformação que, ora acelera, ora desacelera, mas que não permite retroceder. O mundo mudou e é preciso se adequar à nova realidade.

É isso que o RH das empresas tem feito e, neste artigo, vamos mostrar alguns exemplos de adaptações que o setor tem realizado. Venha conferir!

Fisital (phygital): entenda o conceito

O termo fisital foi criado na Inglaterra em 2015 e representa a união do mundo físico com o digital, ou seja, não se trata de preferir um formato ou outro, mas sim de unir o potencial dos dois mundos a favor dos colaboradores.

Inicialmente, o termo nasceu para falar de uma nova realidade do varejo, um modelo híbrido que combina online e offline com o objetivo de oferecer uma experiência mais completa ao consumidor.

Ao menos, foi assim que Darrell K. Rigby, executivo da Bain & Company, escreveu o artigo Digital-Physical Mashups para a Harvard Business Review, em setembro de 2014.

Em seu texto, Rigby fala que as ações fisitais representavam, à época, um grande diferencial competitivo para as empresas.

Mas isso foi há quase uma década. Com o passar dos anos, a expressão passou a ser utilizada em outros contextos e segmentos de mercado, que não apenas as vendas do varejo.

A pandemia da Covid-19 representou um divisor de águas para essa popularização e democratização do termo. São exemplos das aplicações mais recentes do neologismo fisital:

phygital entenda o conceito

Como o fisital impacta os negócios?

O conceito traz uma visão estratégica que possibilita visualizar as oportunidades e as melhores práticas para melhor atender as demandas de um mundo integrado. Mas como isso impacta no dia a dia de uma empresa, especificamente, no mundo de Recursos Humanos? Vamos entender melhor!

Gestão de pessoas

Exercer a liderança a distância é desafiador, mas também uma oportunidade para os gestores demonstrarem confiança aos demais colaboradores. A dica é ter a tecnologia como aliada, manter uma comunicação frequente e ter os processos muito bem definidos.

Adotando essas estratégias, as chances de acontecer qualquer ruído na mensagem ou ter qualquer tipo de problema diminuem.

Outros pontos importantes são sempre se colocar à disposição para qualquer situação e, principalmente, ajudar na adaptação dos profissionais a uma rotina diferente. O fistal, em um primeiro momento, pode gerar uma sensação de distanciamento entre os colaboradores.

Portanto, realizar pesquisas de clima organizacional e utilizar ferramentas de avaliação de desempenho podem ajudar a medir o engajamento da equipe.

Processos de recrutamento digitais

Os novos modelos de processos seletivos são mais um exemplo de fisital. Neles, as primeiras etapas do recrutamento são feitas por plataformas digitais, que ajudam a promover, atrair, analisar, escolher e contratar candidatos para cargos de uma empresa.

Com o suporte da tecnologia, as escolhas acabam sendo mais dinâmicas, práticas, objetivas e inclusivas. Também contribuem para a assertividade na contratação, já que há sistemas que usam análises de dados para encontrar candidatos compatíveis com a vaga.

Outro exemplo são as diversas organizações que anunciam suas vagas no LinkedIn e acabam optando pela alternativa de candidatura simplificada, na qual o candidato apenas compartilha algumas informações do seu perfil na rede social.

Caso o candidato avance no processo seletivo, as próximas etapas podem incluir uma entrevista por videoconferência ou mesmo presencial.

Modelos de trabalhos remoto

O teletrabalho e as jornadas híbridas, que mesclam atividades presenciais e remotas, são mais um impacto do fisital nas empresas. Essa flexibilização não significa que os colaboradores passem menos responsabilidade, mas sim um certo conforto maior para desempenhar suas funções.

Cabe ao RH, no entanto, garantir as condições ideais de trabalho, como ergonomia adequada, algum tipo de auxílio home-office (não obrigatório), exercícios de ginástica laboral online e assim por diante.

Outra questão importante é a implementação de um ponto eletrônico para que a empresa e os funcionários possam ter controle do expediente e das horas trabalhadas.

Processo de onboarding

O onboarding é uma espécie de “boas vindas institucional” e é muito usado na apresentação de funcionários recém chegados à empresa.

As dinâmicas, que costumavam ser presenciais, agora passaram a ser virtuais com a flexibilização das jornadas de trabalho.

Para que esse processo funcione, no entanto, é preciso todo um cuidado prévio para que o novo colaborador consiga assimilar as informações recebidas com calma.

Cabe ao RH e aos gestores apresentarem a rotina da empresa. Também devem realizar treinamentos via plataforma digital, se necessário.

Importante ainda colocar todas as ferramentas e softwares à disposição e, especialmente, acompanhar o profissional durante um tempo, por meio de canal de comunicação aberto que oportunize o feedback.

onboarding e entrevistas online

Como preparar o RH da sua empresa?

O fisital trouxe uma série de desafios para o mercado de trabalho, visto que as empresas entendem que nem todos os processos serão digitalizados. Por isso, é essencial que a organização realize uma revisão das jornadas internas.

Além disso, é importante estar atento e buscar maneiras de proporcionar experiências híbridas e de fácil adaptação para os seus candidatos e colaboradores. Desenvolver ações em que o presencial gera uma experiência positiva aos envolvidos, enquanto o digital fica responsável por consolidá-las, é uma excelente alternativa.

São diversas possibilidades e oportunidades para sair na frente quando o assunto é adaptação e experiência. Contar com a tecnologia como aliada é uma ótima chance de tornar esse processo mais seguro e tranquilo.

Portanto, o primeiro passo para preparar o RH da sua empresa é estar aberto às inovações. Você se sente preparado para isso? Caso não esteja, não se preocupe: a Cia de Estágios pode ajudar.

Com a Companhia de Estágios pode ajudar no processo de R&S

Por falar em tecnologia no setor de Recursos Humanos, a Cia de Estágios é uma HRTech especialista em processo de captação, seleção, contratação, gestão e desenvolvimento de jovens aprendizes, estagiários e trainees.

Ou seja, se você deseja contratar profissionais com diversidade, tecnologia e agilidade, nós temos a solução.

Conheça a nossa metodologia de Recrutamento & Seleção que possui uma inteligência artificial exclusiva e recursos de gamificação, realidade virtual e muito mais.

👉Recrute os melhores talentos no mercado com a Companhia de Estágios!

Conclusão

O mundo está cada dia mais digital e não há como voltar atrás. As ações fisitais vão se tornando comuns no ambiente de trabalho e a saída é se adaptar a essa nova realidade.

Agora que você entendeu o conceito e como agregá-lo na sua empresa, prepare o Recursos Humanos para o futuro e reestruture a jornada dos seus colaboradores na empresa.

O passo inicial para essa mudança pode ser na gestão do seu RH. Na Cia de Estágios, cuidamos de tudo para você, do recrutamento e seleção à gestão dos contratos, de forma digital, prática e tecnológica.

Acesse nosso site e saiba mais sobre nossos serviços!

Novas vagas