Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
Candidato

Conheça itens que NÃO devem constar em seu currículo

A primeira impressão é a que geralmente fica, certo? Especialmente quando se trata de assuntos de trabalho, por isso, na hora de elaborar o currículo, todo cuidado é pouco, afinal, ele pode ser sua porta de entrada para o emprego dos sonhos. Para auxiliar nesse processo, é possível encontrar diversos materiais na internet, em revistas ou jornais com dicas sobre o tema.

Mesmo assim, é normal surgir uma insegurança quando vamos redigir o documento, tanto é que, em novembro de 2017 a Microsoft anunciou o lançamento do “Resume Assistant”, um novo recurso integrado ao Word para auxiliar os usuários na elaboração de seus currículos para vagas de trabalho.

A empresa realizou uma pesquisa e descobriu que 60% dos candidatos não tem certeza se estão se apresentando da melhor forma, e metade dele 50% afirmaram não saber adaptar o seu currículo para uma vaga específica. Além disso, 80% dos entrevistados consideram importante ter acesso a um modelo de currículo de outras pessoas para utilizar como um exemplo na hora de montar o próprio documento.

O problema é que novas estratégias para atrair os selecionadores surgem a todo momento, e a maioria dos conteúdos publicados focam nos itens obrigatórios, deixando margem de duvida para alguns detalhes ou sobre o que ainda é relevante ou não.

Informações demais às vezes atrapalham e alguns dados podem, inclusive, queimar seu filme e prejudicar seu desempenho no processo seletivo ou, até mesmo, causar sua eliminação. Portanto, para te ajudar nessa empreitada e aumentar suas chances de sucesso, separamos algumas dicas atualizadas sobre itens que devem passar longe do seu currículo, confira:

Nada de títulos

Esse item é totalmente desnecessário, afinal, o currículo já é autoexplicativo, não precisa de nenhum título poluindo seu designe, especialmente para quem ainda usa o ultrapassado termo “Curriculum vitae”. No início do documento deve conter apenas o seu nome em destaque, seguido abaixo pelos dados pessoais, o que nos leva ao próximo item.

Documentos só são uteis na contratação

Cuidado, é muito perigoso sair por aí distribuindo currículos com o número de seus documentos, especialmente depois da internet, onde enviamos vários e-mails com o documento e não sabemos aonde ele vai parar. Esses dados só são necessários caso a empresa decida te contratar, até lá o mais seguro é se preservar.

Foto? Só em último caso

Antigamente se usava muito, mas hoje em dia é um item descartável. É difícil ver uma empresa que exija. Mas, se estiver nos critérios da vaga, opte por uma que demonstre seu lado profissional e transmita seriedade.

Nada além da verdade

Uma mentirinha à toa não tem nada demais? Tem sim, ela pode te eliminar e ainda te banir de processos seletivos futuros na empresa. Portanto, jamais aumente, invente ou minta em qualquer informação de seu currículo.

Pretensão salarial

Só coloque se for solicitado e, mesmo assim, avalie as condições do mercado e seja realista. Uma boa dica é pesquisar a média salarial para a vaga e nível hierárquico. Além de seus conhecimentos.

Objetivo

Coloque a área de atuação ou o cargo pretendido (uma coisa ou outra). Seja breve e nada de escrever as metas de vida e desenvolvimento de carreira. Como o próprio nome diz, é apenas para informar seu objetivo ao enviar seu currículo para determinada empresa.

Endereço virtual

Os e-mails são os principais vilões desse quesito. Não use seu endereço pessoal (aquele com apelidos e adjetivos diversos sobre você) para assuntos de trabalho. Faça um e-mail mais sério e profissional para colocar no seu currículo. Também é importante se atentar às redes sociais. O LinkedIn pode ser colocado, mas as demais só devem ser colocadas se a empresa solicitar.

Assinatura

Nada de autógrafos. O currículo é um documento que não precisa de assinaturas, então descarte esse item de vez e envie sem medo de errar.

Obviamente, não existe um modelo ideal de currículo. Cada recrutador vai olhar de uma forma diferente para o que tiver em mãos, dependendo também da vaga em questão. Por isso, o segredo é colher bastante informações sobre a empresa onde deseja trabalhar e estruturar seu currículo de acordo com os itens mais relevantes ao perfil exigido.

Quer saber mais?

Se você quer ficar por dentro de mais dicas como essas, acompanhe o site da Companhia de Estágios e se inscreva gratuitamente para aumentar suas chances de encontrar o estágio ideal para você!

Acompanhe quem mais entende do assunto, visite nosso blog e encontre as melhores oportunidades. Inclusive, para que você possa receber dicas incríveis dos nossos experts, estamos também no Youtube! Curtiu esse conteúdo? Então compartilhe com seus amigos e nos siga nas redes sociais para ficar em dia com as melhores dicas e tendências do mercado.