Blog Carreira & Mercado

Novas vagas
RH

Job description: como criar uma descrição de vaga perfeita

contratação vagas job description

Job description é a primeira descrição que os talentos encontrarão para decidirem se desejam e estão alinhados com a vaga em questão. Trata-se do ponto de partida em longas parcerias, por isso precisa ser trabalhada para trazer bons profissionais.

Além disso, ela possuirá influência na visão do mercado sobre as exigências da empresa. Vale também entender que esse conteúdo serve para atrair e prender a atenção dos candidatos mais qualificados no mercado. É por isso que uma estrutura bem desenvolvida faz toda a diferença!

O problema é que, embora pareça um processo simples, a verdade é que o job description é muito mais desafiador. Resumir as demandas da organização e apresentar informações relevantes sobre o tema de forma enxuta requer alguns passos.

Quer saber quais são eles? Separamos um guia com todas as informações que você precisa para formular descrições que atraiam os melhores candidatos. Vamos começar?

O que é um job description?

Job description, ou “descrição de trabalho” se refere à atividade de inserir informações sobre as vagas para divulgá-las. Basicamente, é aquela etapa de recrutamento que irá interessar logo de cara o profissional em busca de trabalho.

Ainda assim, o intuito vai muito além da atração. Uma boa descrição também possui o papel de conversar diretamente com os candidatos de perfil mais adequados para a vaga, com suas qualificações e até mesmo fit cultural.

Qual a importância do job description no processo de contratação?

Ter uma descrição adequada é fundamental para que a empresa atraia os candidatos perfeitos para o cargo. Se as exigências ficam incompletas, é muito provável que o processo de recrutamento encare muitos profissionais sem a devida qualificação.

Vale também lembrar que inserir uma descrição com linguagem e formato que atraia os candidatos-alvo. Tudo isso culmina no sucesso da atração e na contratação de profissionais cada vez mais alinhados a uma gestão por competências.

Qual é a estrutura ideal de um job description?

O recomendado é investir em praticidade. Desenvolver textos muito extensos e com frases longas podem fazer com que os candidatos nem sequer leiam as informações por completo.

Pré-estabelecer uma formatação para as descrições desenvolvidas pela empresa também é uma ótima maneira de melhorar esse processo, mas busque sempre desenvolver um job description personalizado para cada vaga.

Por fim, é fundamental destacar aspectos principais para evitar que a descrição fique muito genérica. O ideal é também planejar testes, de modo a entender o que funciona melhor quando o assunto é atração. No mais, siga as dicas que separamos:

1.  Título coerente

Faça um título que deixe claro do que se trata a posição, sem inventar moda. Se o currículo estiver em português, o ideal é que o cargo também esteja.

Pontos importantes: o título deve refletir a natureza do trabalho que será desempenhado. E ser neutro, ou seja, sem marcações de gênero ou idade e com termos comuns ao mercado.

Analista, coordenador e gerente são expressões que dão pistas ao candidato, como tamanho da responsabilidade, valor do salário, etc. Lembrando que, nesta etapa, é importante ter objetividade.

Usar termos conhecidos na descrição ajuda a vaga a se destacar nas buscas de sites e redes sociais, já que as pessoas procuram por palavras-chave populares em sua área de atuação.

2. Responsabilidades do cargo

Todo bom job description elenca de maneira clara e eficiente quais serão as atividades realizadas pelo profissional. Nessa fase, muitas empresas preferem não “entregar o jogo”, mas isso é um erro. É muito importante mostrar ao futuro colaborador qual será a missão que ele encontrará pela frente.

As descrições devem ser honestas e, ao mesmo tempo, objetivas. Descreva cada função em no máximo duas linhas, detalhando ação, prazos e expectativas.

Exemplos: “Gerenciar e integrar as agendas dos vice-presidentes”; “Fazer acompanhamento semanal do orçamento”; “Criar e apresentar relatórios mensais para a diretoria”.

3. Qualificações exigidas

Além de mostrar como será a rotina, é essencial dizer quais são as qualificações e habilidades (técnicas e comportamentais) necessárias para o posto. O candidato precisa ter inglês? Conhecimento em Excel? Haverá pressão e prazos curtos?

No caso de estagiários, qual curso e semestre ele deve estar cursando? Essa parte deve ser muito específica para afunilar a busca pelo perfil ideal. Quando dizemos específica, é específica mesmo.

4. Apresentação da empresa

Como dissemos anteriormente, o anúncio de uma vaga é uma excelente oportunidade para a organização mostrar aos candidatos qual é seu DNA e sua personalidade. Explicitar como é o clima no escritório, como atua a liderança e em quais valores os times se apoiam ajuda na combinação com o talento.

Neste momento, além de reforçar cultura e valores, conte quando a companhia foi criada, em que países atua, quais são os produtos e/ou serviços oferecidos por ela, qual é o mercado em que atua e quem são os clientes.

5. Benefícios e vantagens

Os benefícios são ótimas ferramentas para as empresas se destacarem. Se quer atrair bons candidatos, diferencie-se! Para isso, apresente de maneira estruturada o que a empresa fornece aos funcionários.

A companhia oferece vale-refeição e vale-alimentação? Horário flexível? Bolsas de estudo? Licença-paternidade remunerada? 14º salário? Fretado?

Apontar isso tudo é decisivo para atrair um talento que está participando de mais de um processo seletivo. Certamente, ele irá colocar o pacote de benefícios na conta, escolhendo a companhia que possuir as melhores vantagens!

6. Localização do trabalho

Não adianta atrair inúmeros candidatos no job description e todos estiverem a distâncias desproporcionais ao que a empresa busca.

Além disso, esse fator é muito decisivo no momento da contratação, considerando que distâncias maiores exigirão mais tempo e gastos do profissional.

Se a vaga for home-office, também vale inserir na descrição! Muitos profissionais buscam justamente por vagas nesses moldes, então divulgá-la pode ser muito atrativo.

7. Tipo de contratação

Informar o modelo de contrato também é muito importante caso a empresa tenha essa informação pré-estabelecida. Seja um regime CLT ou um contrato PJ, é interessante mencionar as condições e modelo de trabalho para evitar desalinhamentos entre as partes.

Leia também: 11 tipos de contrato de trabalho e suas características

8. Não restrinja a diversidade

diversidades nas contratações

Alguns pontos devem ser evitados no momento de desenvolver o job description, e o principal deles é restringir vagas a gêneros e outros fatores. Isso pode prejudicar na atração de novos talentos e prejudicar a imagem da empresa.

Evite também exagerar muito nas exigências. O ideal é propor apenas os requisitos essenciais para a vaga e desenvolver uma linguagem mais leve ao divulgar a vaga. Evite, por exemplo, frases como “Candidatos sem fluência em inglês não serão convocados”.

Dicas para acertar na descrição das suas vagas

Na hora de botar a mão na massa para planejar o job description, vale recorrer a elementos linguísticos, como uma linguagem mais leve. Dá até mesmo para inovar em aspectos visuais, como tópicos ou marcadores.

A ideia é tornar a leitura da descrição mais simples, sem comprometer a quantidade de informações inseridas. Assim, os candidatos passam mais tempo avaliando as condições para a vaga e o processo de recrutamento pode ser mais direcionado.

Não se esqueça de inserir também algumas habilidades profissionais, como as soft skills. Pense em aspectos como: vale contratar um perfil mais extrovertido? Habilidades de empatia e gestão de tempo são necessárias? Inclua.

Se a empresa possui um modelo mais sociotécnico, por exemplo, dá para apostar em algumas gírias e outros elementos mais despojados. É uma forma de filtrar candidatos e também oferecer uma visão geral do que é esperado na organização.

Por fim, inserir a faixa salarial pode ser muito vantajoso em alguns casos. Por outro lado, quando a remuneração ainda precisa ser negociada vale inserir uma faixa para que os candidatos não fiquem sem norte na negociação.

profissionais e job description

Conclusão

Cuidar do primeiro contato do candidato com a vaga é fundamental para atrair os melhores candidatos para a organização. Isso porque, sem uma visão precisa e positiva sobre a vaga, os profissionais podem acabar deixando a candidatura para depois e não participar do processo seletivo.

Sendo assim, se o RH deseja atrair os melhores talentos na empresa, vale dedicar um tempinho para planejar as descrições das vagas, não é? Não dispense a primeira etapa do relacionamento com os colaboradores!

Quer contratar a pessoa certa? A Companhia de Estágios realiza os processos seletivos, desde a abertura das vagas até a contratação de estagiários, jovens aprendizes e trainees em todo o Brasil. Fale conosco.

Novas vagas