Blog Carreira & Mercado

Artigos

Produção e produtividade: entenda a diferença e importância desses conceitos para a sua carreira

No mundo organizacional as palavras produção e produtividade são comumente usadas no dia a dia do colaborador, mas, muitas vezes, os seus significados são entendidos de maneira errada, como se tivessem a mesma definição e saber interpretá-las faz toda a diferença na empresa.

Quem nunca ouviu a frase “hoje meu dia foi produtivo”? Pois bem, quando alguma pessoa usa este termo, normalmente, ela quer dizer que cumpriu muitas tarefas num determinado período, e esse tempo pode ser a jornada diária de cada colaborador.

Por exemplo:  João e Elias trabalham em uma corretora de seguros. Diariamente, João, atende uma média de 50 clientes. Dessa quantidade, ele consegue fechar cinco contratos.

Já o Elias, atende cerca de 20 pessoas por dia e consegue fechar a mesma quantidade de contratos que João.

Enquanto Elias está preocupado com a qualidade de seu atendimento, por isso atende menos diariamente para garantir um resultado mais eficaz, João, por sua vez, se preocupa com a quantidade de pessoas que podem fechar contrato com ele.

Em uma média de 20 dias, Elias atende 400 pessoas. João, no mesmo período, atende mil. O percentual de contratos fechados de Elias é de 25%, enquanto o de João é de 10%. Independentemente da quantidade, ambos produzem, porém, subtende-se que a produtividade de Elias é maior.

Portanto, essa é a diferença entre produtividade e produção. Um está ligado a fazer mais com menos. O outro está relacionado em quantidade. Por isso é importante saber o que significa cada palavra.

A expressão “hoje meu dia foi produtivo” pode estar relacionado aos dois significados, cabe ao colaborador saber distinguir o que quis dizer com este termo.

O que é mais importante?

Os dois significados são essenciais, mas depende muito da área de atuação de cada empresa, às vezes pode se priorizar mais um do que o outro, porém, é muito importante que os dois andem de mãos dadas no dia a dia de uma empresa.

Uma produção capaz de fazer mais com menos recursos, pode trazer altos impactos positivos a uma organização. Ser produtivo pode diminuir gastos, possibilitando o investimento em capacitação de colaboradores, por exemplo.

É uma linha muito tênue para a empresa. No caso exemplificado acima, o gestor da corretora de seguros, pode entender que João precisa melhorar mais o atendimento para conseguir prospectar mais clientes, por outro lado, pode entender também que Elias precisa de mais agilidade para atingir a meta diária de atendimentos.

Cabe ao gestor deles estudar novas metodologias para implementar técnicas de atendimentos, buscar mais qualificação de sua equipe e atingir um equilíbrio sustentável para a empresa.

Quer saber mais termos e dicas importantes no mercado de trabalho? Siga nossa página no Facebook e acompanhe o canal da Companhia de Estágios de Estágios no Youtube, para ficar por dentro das tendências. Além disso, se inscreva no nosso site e fique de olho nas melhores oportunidades de estágios.

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!