Blog

Carreira

Conheça sua carreira: O campo de atuação para quem cursou Enfermagem

Embora todas as carreiras necessitem de certa paixão, aquelas que envolvem o cuidado humano são as que mais exigem preparo por parte dos profissionais. Por isso quem tem interesse áreas relacionadas à Medicina geralmente despertam esse afinco desde cedo, antes mesmo de pensarem na vida profissional. O curso de Enfermagem, uma dos mais importantes deste campo, é também um dos mais procurados por jovens que tem vontade de ajudar ao próximo. Essa profissão regulamentada pela Lei nº 7.498, em 25 de junho de 1986, é considerada muito nobre e altruísta, pois o profissional dedica-se ao bem-estar e saúde dos demais.

Para exercer, além da graduação, é necessário ter o registro do Conselho Regional de Enfermagem. Há vários nichos disponíveis no mercado e um leque de especializações para os mais diferentes caminhos. Conforme o profissional se desenvolve e ganha experiência, ele tem a chance de conquistar novas áreas como a de docência nos níveis médio ou superior e a assistência ao setor empresarial. Isso permite também a atuação em serviços de consultoria. Quanto maior for a experiencia e capacitação na profissão maiores serão as chances de conquistar o auge e alcançar uma vaga nas funções de gerência de enfermagem, ou cargos como gestão de serviços públicos, pesquisador em instituições de ensino ou órgãos de pesquisa. Confira as áreas que estão mais em alta no mercado de trabalho para o enfermeiro.

Enfermagem Cirúrgica e pós-cirúrgica: Realização de procedimentos pré e pós-operatórios em prontos-socorros, clínicas e hospitais;

Enfermagem Geriátrica: Atendimento e cuidados do idosos em domicílio, casas de repouso, clínicas e hospitais, esteja ele doente ou não;

Enfermagem Pediátrica: Orientação quanto às técnicas e cuidados com os recém-nascidos e avaliação do desenvolvimento da criança;

Enfermagem obstétrica: Assistência às gestantes e lactantes, com acompanhamento de pré-natal e auxílio ao médico durante o parto e pós-parto;

Enfermagem psiquiátrica: Auxílio no tratamento de pacientes com distúrbios psicológicos;

Enfermagem do trabalho: Atendimento ambulatorial e em programas de prevenção e da saúde dos funcionários no ambiente de trabalho;

Pesquisa clínica: Planejamento, coordenação e desenvolvimento de pesquisas e estudos relacionados à saúde em hospitais, institutos de pesquisa e universidades;

Resgate: Integrar equipes de resgate às vítimas de acidentes ou catástrofes;

Home care: Atendimento domiciliar à pacientes enfermos;

Gestão hospitalar: Comando de equipes técnicas e auxiliares de enfermagem no atendimento a pacientes e avaliação e planejamento da assistência prestada aos pacientes.

Ensino e pesquisa: Formar e capacitar os agentes de saúde, ministrando aulas teóricas e práticas e orientando projetos de pesquisa.

Áreas de abrangência e especializações regulamentadas

Quem se aventura nessa profissão tão generosa sabe que ela requer atualizações constantes, inclusive, para alcançar cargos mais altos, como os de chefia e gestão. Para isso, além do perfil de liderança, é necessária uma especialização. De acordo com a resolução Nº 389/2011 do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) existem 44 especialidades para o profissional de enfermagem que podem conferir o título de pós-graduação lato e stricto sensu, entre elas, há algumas muito peculiares, que muitos ainda desconhecem, como:

  • Aeroespacial – socorrer pacientes e acidentados em situação de urgência é uma situação mais comum em grandes cidades, nas quais o deslocamento terrestre pode levar um tempo considerável devido aos congestionamentos. Nesses casos, o transporte de vítimas por transporte aéreo, como helicópteros ou aviões, pode ser um fator determinante para salvar a vida desse indivíduo e é justamente nesse momento que entra o profissional de enfermagem aeroespacial. Esse profissional é fundamental no atendimento aeromédico, pois domina, além dos procedimentos de amparo a vitima, técnicas de emergência e evacuação em voo e fisiologia respiratória.
  • Nefrologia – o profissional de enfermagem especializado em Nefrologia estará apto a atender pacientes com patologias renais, prestando assistência tanto no trato quanto na reabilitação de indivíduos acometidos por problemas nos rins. Abrange desde a prevenção ao acompanhamento de procedimentos hospitalares como diálise, hemodiálise e transplante.
  • Diagnostico por Imagens – neste campo, o profissional de enfermagem poderá auxiliar nas análises clínicas, através da sua atuação no centro diagnóstico. O profissional poderá tanto orientar e acompanhar pacientes submetidos à exames laboratoriais, rotineiros ou especializados, quando dar apoio técnico aos outros profissionais de saúde que compõem a equipe interdisciplinar.

Essas são apenas algumas das áreas pouco conhecidas dentro da Enfermagem. O aluno desse curso poderá, posteriormente, se especializar em diversos campos, como por exemplo: Legislação, Doenças infecciosas e parasitárias, Farmacologia, Hematologia e Hemoterapia, Infecção Hospitalar, Informática em Saúde, Neurologia e muitas outras. Algumas destas especialidades ainda possuem subáreas que aprofundam o estudo dentro da área de abrangência, para que o aluno especialize sua pesquisa e atuação em campos bem específicos. O estágio é a opção ideal para conhecer mais a fundo a prática dos diversos nichos que essa profissão oferece e, assim, decidir então qual tem mais afinidades com seu perfil e merece mais investimentos. A Cia de Estágios te deseja boa sorte no seu estágio! Para receber mais dicas como estas e ficar por dentro das oportunidades do mercado cadastre-se em nosso site e siga nossas redes sociais.

Sua carreira profissional começa em boa companhia.

Um único cadastro dá o direito para se aplicar a qualquer vaga e programas de experiência!